Para Crianças

Na maioria das escolas, em todo o mundo, a prioridade é ensinar alunos a seguirem instruções e regras formando os denominados alunos “A”; quando, na verdade, deveriam estar auxiliando alunos a desenvolverem as próprias ideias, objetivos e estratégias, contribuindo para a formação de alunos “X” (Mitchel Resnick, Lifelong Kindergarten 2017).

O sistema educacional, portanto, tem iniciado o reconhecimento da necessidade de mudanças. O próprio governo federal, através da reforma da Base Nacional Comum Curricular (BNCC, 2018) voltou os holofotes para 10 principais competências as quais são subdivididas em dimensões e subdimensões.

O que nos faz diferentes?

Favorecemos a disseminação de informações que sustentem noções de Medicina Preventiva e Promoção à Saúde, através de material cuidadosamente produzido e revisado por profissionais da área em questão.

Através da ludicidade, conseguimos proporcionar a interação de conteúdos diversos, de forma prática e natural, cultivando, assim, conceitos como a Aprendizagem Criativa e Interdisciplinaridade.

Acreditamos que a sugestão de estratégias que incorporem os conceitos inseridos no documento publicado pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC, 2018) ofertada  de forma interessante e criativa, abrirá a possibilidade para a abordagem de temas de grande relevância de forma significativa, potencializando o desenvolvimento das competências sócio emocionais preconizadas. O foco da metodologia Little Hearts é o desenvolvimento do pensamento criativo, crítico e científico.

POR QUE CONVERSAR COM CRIANÇAS?

Sabemos que a influência sobre a formação da criança – através de intervenções que tangenciem ações educativas – pode ser um dos caminhos para a sensibilização familiar. As crianças levam para casa o que aprendem fora dela e, como sabemos, o oposto também é verdadeiro. A partir da utilização de estratégias adequadas,  os pequenos podem transmitir informações aos seus familiares de uma maneira funcional e positiva. Por sua vez, através da utilização do conceito da aprendizagem criativa, este caminho pode ser percorrido de uma forma mais suave e interativa, sendo esta uma das formas para a catalisação deste processo.